Pre-Wedding IL RIFUGIO / URUBICI - SC

Day & Maito

-UM REFÚGIO-

SOBRE A VISÃO | FOTOGRAFIA

play na música, aumente o som. E aproveite!


DESTINO OU COINCIDÊNCIA?


Qual o significado da vida senão encontrar alguém que esteja disposto a seguir na mesma direção que você? Dividir os sonhos, as conquistas, os sorrisos e por que não o café?  


Todos os grandes poetas e grandes escritores falam de se encontrar o grande amor da sua vida. Escrevem sobre a importância de olhar para o lado e sobre segurar um universo na palma da mão. Também falam sobre brotar a poesia na vida de quem se ama e de quem se é correspondido. Mas eu pergunto: onde encontrar isso? Não existe uma receita ou fórmula secreta para se encontrar essa pessoa. Essa que Drummond recitava, que você já sabe que ama antes mesmo de amar, Que você sabe que ama, por que você simplesmente o ama. Que não precisa de razões ou de motivos para a amar. E quando você a encontra, não é preciso dizer nenhuma palavra, porque eu, você e o Drummond já sabíamos.  

Crescemos acreditando que somos peças e somos destinados a serem encaixados em algum quebra-cabeça. Destino?

Só sei que encontrar uma mulher, a qual viria a ser a sua futura sogra, em uma fila de espera do hospital e conversar sobre a vida e as desavenças dela, e a futura sogra falar da vida do seu filho, o que viria a ser seu futuro noivo, e escutar: - Você deveria conhecer o meu filho, e levar em tom de brincadeira. Um tempo depois, conhecer um rapaz  e quando já se tiver esquecido dessa história, descobrir que a mãe dele seria aquela mulher da fila da espera do hospital, sua sogra. Se isso não é o destino, eu não sei o que é. A vida tem dessas surpresas que nos fazem acreditar nos encontros das vidas.


Obrigado por me deixarem contar um pouco dessa história. 


Abraços, Diogo Schimitz.